- QUINTO -

UNIVERSAL MUSIC PORTUGAL
2012

QUINTO


01_ Fado desconcertado
02_ A casa fechada
03_ Algo estranho acontece
04_ Rua dos meus ciúmes
05_ Flagrante
06_ Não vale mais um dia
07_ Lambreta
08_ Madrugada
09_ Milagrário pessoal
10_ Só pode ser amor
11_ Noite estrelada
12_ Queria conhecer-te um dia
13_ Fortuna
14_ Maré
15_ Imperfeito sentimento
16_ Nau - Frágil
16_ NAU - FRÁGIL

(Pierre Aderne / Márcio Faraco)

 

A tempestade

Era tudo o que eu queria

Aceitei nosso naufrágio

Esperando a calmaria

 

Imaginei um verão

Sem calor e mais sereno

Janeiro então viria

Tão feliz quanto pequeno

 

Agarrei-me a cada verso, para chegar à canção

No mar de tantas palavras, sempre foi o violão

Que salvou a minha vida e fez-me enxergar a terra

Eis a minha caravela, feita de ilusões perdidas

 

O meu coração partido

Nunca mais vai navegar

Pescador proibido

De voltar seus olhos pro mar

 

Ex-pirata, ex-bandido

Sem tesouros p’ra pilhar

Velas guardadas do vento

Só histórias p’ra contar

 

Só histórias p’ra contar