- QUINTO -

UNIVERSAL MUSIC PORTUGAL
2012

QUINTO


01_ Fado desconcertado
02_ A casa fechada
03_ Algo estranho acontece
04_ Rua dos meus ciúmes
05_ Flagrante
06_ Não vale mais um dia
07_ Lambreta
08_ Madrugada
09_ Milagrário pessoal
10_ Só pode ser amor
11_ Noite estrelada
12_ Queria conhecer-te um dia
13_ Fortuna
14_ Maré
15_ Imperfeito sentimento
16_ Nau - Frágil
11_ NOITE ESTRELADA

(João Monge / António Zambujo)

 

Como eu não sei rezar

Um dia pus-me a contar

Quantas estrelas há no céu

Comecei na tua rua

Naquela estrela que é tua

A estrela que deus te deu

 

Quanto mais estrelas contava

Mais o céu se iluminava

Mais luzinhas se acendiam

Nem o astro se cansava

Eram tantas que eu cegava

E era por ti que nasciam

 

Quando o coração da gente

Tem uma estrela cadente

Morre para nascer depois

Inventei uma oração

Que uma tivesse o condão

De nascer para nós os dois

 

Adormeci com a esperança

Até onde a vista alcança

Quando o céu é mais estrelado

Acordei à luz do sol

Afastei o meu lençol

E tu estavas a meu lado