- QUINTO -

UNIVERSAL MUSIC PORTUGAL
2012

QUINTO


01_ Fado desconcertado
02_ A casa fechada
03_ Algo estranho acontece
04_ Rua dos meus ciúmes
05_ Flagrante
06_ Não vale mais um dia
07_ Lambreta
08_ Madrugada
09_ Milagrário pessoal
10_ Só pode ser amor
11_ Noite estrelada
12_ Queria conhecer-te um dia
13_ Fortuna
14_ Maré
15_ Imperfeito sentimento
16_ Nau - Frágil
08_ MADRUGADA

(Fado João Maria dos Anjos – Nuno Júdice / João Maria dos Anjos)

 

Há um corpo aqui deitado

Num lençol de lua branca

Como um rio que não corre.

 

Esse corpo abandonado

Deste canto me arranca

Outro canto que não morre.

 

E vi a luz mais agreste

Num fundo de madrugada

Vestir-te da cor da lua.

 

Despe-te um brilho celeste,

Na febre de ser amada

Quando o amor se insinua.

 

Não queiras dizer o nome

Ao ouvido deste canto:

Só eu sei, e o conheço

 

O que esconde este pronome,

Tu de quem fiz riso e pranto,

Amor que lembro, e esqueço.