- QUINTO -

UNIVERSAL MUSIC PORTUGAL
2012

QUINTO


01_ Fado desconcertado
02_ A casa fechada
03_ Algo estranho acontece
04_ Rua dos meus ciúmes
05_ Flagrante
06_ Não vale mais um dia
07_ Lambreta
08_ Madrugada
09_ Milagrário pessoal
10_ Só pode ser amor
11_ Noite estrelada
12_ Queria conhecer-te um dia
13_ Fortuna
14_ Maré
15_ Imperfeito sentimento
16_ Nau - Frágil
07_ LAMBRETA

(João Monge)

 

Vem dar uma voltinha na minha lambreta

 

E deixa de pensar no tal Vilela

Que tem carro e barco à vela

O pai tem e a mãe também

Que é tão tão sempre a preceito

Cá para mim no meu conceito

Se é tão tão e tem tem tem

Tem que ter algum defeito

 

Vem dar uma voltinha na minha lambreta

 

Vê só como é bonita, é vaidosa

A rodinha mais vistosa

Deixa um rasto de cometa

É baixinha mas depois

Parece feita para dois

Sem falar nos etecetras

Que fazem de nós heróis

 

Eu sei que tem um estilo gingão

Volta e meia vai ao chão

Quando faz de cavalinho

Mas depois passa-lhe a dor

Endireita o guiador

E regressa de beicinho

Para o pé do seu amor

 

Vem dar uma voltinha na minha lambreta

 

Eu juro que guio devagarinho

Tu só tens que estar juntinho

Por questões de segurança

E se a estrada nos levar

Noite fora até ao mar

Paro na beira da esperança

Com a luzinha a alumiar