- POR MEU CANTE -


2004

POR MEU CANTE


01_ Pra onde quer que me volte
02_ Janela virada p´ro mar
03_ Sra da Nazaré
04_ Uma vez que seja
05_ Sino da minha aldeia
06_ Noite Cheia De Estrelas
07_ Noite Apressada
08_ Verão
09_ Cravo de São João
10_ Rapaz da camisola verde
11_ Que inveja tens tu das rosas
10_ RAPAZ DA CAMISOLA VERDE

(Pedro Homem de Mello / Hermano da Câmara)

 

De mãos nos bolsos e de olhar distante

Jeito de marinheiro ou de soldado

Era o rapaz de camisola verde

Negra madeixa ao vento, boina maruja ao lado

Perguntei quem era, ele me disse

Sou do monte senhor, um seu criado

Pobre rapaz de camisola verde

Negra madeixa ao vento, boina maruja ao lado.

 

Porque me assaltam turvos pensamentos

Na minha frente estava um condenado

Vai-te rapaz de camisola verde

Negra madeixa ao vento, boina maruja ao lado

Ouvindo-me quedou-se altivo o moço

Indiferente à raiva do meu brado

E ali ficou de camisola verde

Negra madeixa ao vento, boina maruja ao lado

 

Soube depois ali que se perdera

Esse que só eu pudera ter salvado

Aí do rapaz de camisola verde

Negra madeixa ao vento, boina maruja ao lado…