- POR MEU CANTE -


2004

POR MEU CANTE


01_ Pra onde quer que me volte
02_ Janela virada p´ro mar
03_ Sra da Nazaré
04_ Uma vez que seja
05_ Sino da minha aldeia
06_ Noite Cheia De Estrelas
07_ Noite Apressada
08_ Verão
09_ Cravo de São João
10_ Rapaz da camisola verde
11_ Que inveja tens tu das rosas
06_ NOITE CHEIA DE ESTRELAS

(Cândido das Neves)

 

Noite alta, céu risonho

A quietude é quase um sonho

O luar cai sobre a mata

Qual uma chuva de prata

De raríssimo esplendor

Só tu dormes, não escutas

O teu cantor Revelando a lua airosa

A história dolorosa

Deste amor

 

Lua, manda a tua luz prateada

Despertar a minha amada

Quero matar meus desejos

Sufocá-la com os meus beijos

Canto e a mulher que eu amo tanto

Não escuta, está dormindo

Canto e por fim

Nem a lua tem pena de mim

Pois ao ver que quem te chama sou eu

Entre a neblina se escondeu

 

Lá no alto a lua esquiva

Está no céu tão pensativa

As estrelas tão serenas

Qual dilúvio de falenas

Andam tontas ao luar

Todo astral ficou silente

Para escutar

O teu nome entre as endeixas

As dolorosas queixas ao luar.