- RUA DA EMENDA -

UNIVERSAL MUSIC PORTUGAL
2014

RUA DA EMENDA


01_ Fatalidade
02_ Valsa do Vai não Vás
03_ Pica do 7
04_ Flinstones
05_ Barata tonta
06_ Valsa de um pavão ciumento
07_ Canção de Brazzaville
08_ Despassarado
09_ Zamba del Olvido
10_ Último desejo
11_ Pantomineiro
12_ O Tiro Pela Culatra
13_ Valsa Lisérgica
14_ La chanson de Prévert
15_ Viver de ouvido
07_ CANÇÃO DE BRAZZAVILLE

(José Eduardo Agualusa / Ricardo Cruz e Jon Luz)

 

Pois, me beijaste, depois partiste,

Até a luz do Sol me anoitece

E o azul do mar parece triste.

 

Durante um fulgor tudo foi meu.

Coração traidor, bate e esquece

O céu dos dias, que me pertenceu.

 

Não sei se inveje quem ama ou se lamente

O amor é uma espécie de loucura

Em que vemos bailar o firmamento.

Dai-me Senhor, a paz do esquecimento.

 

Pois, se vi a luz e a perdi,

Sou mais cego agora do que dantes,

E meu fado já não mora aqui. 

 

De que servem estrelas a brilhar no céu,

Se não tiver na minha a tua mão,

E o teu olhar não iluminar o meu?

 

Pois se a razão me diz esquece,

Neste peito bate um coração,

Que contra a razão faz e acontece.

 

Não existe mentira havendo fé.

A lua, perdida na imensidão

É quem no alto céu puxa as marés.

 

voz: António Zambujo

trompete: João Moreira

clarinete: José Miguel Conde

guitarra portuguesa: Bernardo Couto

guitarra acústica: Jon Luz

baixo português: Ricardo Cruz