- RUA DA EMENDA -

UNIVERSAL MUSIC PORTUGAL
2014

RUA DA EMENDA


01_ Fatalidade
02_ Valsa do Vai não Vás
03_ Pica do 7
04_ Flinstones
05_ Barata tonta
06_ Valsa de um pavão ciumento
07_ Canção de Brazzaville
08_ Despassarado
09_ Zamba del Olvido
10_ Último desejo
11_ Pantomineiro
12_ O Tiro Pela Culatra
13_ Valsa Lisérgica
14_ La chanson de Prévert
15_ Viver de ouvido
06_ VALSA DE UM PAVÃO CIUMENTO

(João Monge / Luís Silva Martins e Pedro Silva Martins)

 

Eu vi

Como ela o trata e pensei para mim

Se ele é tão bom, tem boca de pudim

Tem voz de santo e modos de pavão.

Eu sei

Que a minha mãe nunca me fez assim

Andei na escola do princípio ao fim

Uns dias ia, outros também não.

Já dei

Por mim, às vezes, a falar sozinho

Troco o Benfica por algum carinho

Se ela trocar pela minha paixão.

 

Já vi

Que ele usa botas de polimento

E aqueles fatos a cem por cento

Isso diz tudo acerca de um qualquer.

Eu sei

Como ela dança com o peito colado

Ninguém diz que tem o pé apertado

Se está nos braços desse Fred Astaire.

Se alguém

Pensar que morro deste desconsolo

Eu vou para os Alunos de Apolo

E dou a vida por essa mulher.

 

Perdão

Pelo mau jeito que dei, meu rapaz.

És tão perfeito, tu és quase um ás

Mas eu guardei para o fim o melhor trunfo.

Eu dei

A ela mais do que a minha atenção,

Abri a porta do meu coração,

Ela escolheu, não foi nenhum triunfo.

Amigo

Vais ver que um dia ainda vais ser feliz

Se tens dói-dói faz aquilo que eu fiz

Morre por ela e trata com um drunfo.

 

voz, guitarra clássica: António Zambujo

trompete: João Moreira

clarinete baixo: José Miguel Conde

guitarra portuguesa: Bernardo Couto

baixo português: Ricardo Cruz