- QUINTO -

UNIVERSAL MUSIC PORTUGAL
2012

QUINTO


01_ Fado desconcertado
02_ A casa fechada
03_ Algo estranho acontece
04_ Rua dos meus ciúmes
05_ Flagrante
06_ Não vale mais um dia
07_ Lambreta
08_ Madrugada
09_ Milagrário pessoal
10_ Só pode ser amor
11_ Noite estrelada
12_ Queria conhecer-te um dia
13_ Fortuna
14_ Maré
15_ Imperfeito sentimento
16_ Nau - Frágil
01_ FADO DESCONCERTADO

(Maria do Rosário Pereira / Ricardo Cruz)

 

Ensaiava eu meus fados

Quando entraste desabrida.

Nós não estávamos zangados,

Mas vi-te os olhos molhados

E o dedo apontado à ferida.

 

Disseste que não te ligo,

Que até esqueci onde moro;

Que só vejo o meu umbigo

E, embora viva contigo,

É com o fado que namoro.

 

Fiquei tão desconcertado

Por te saber infeliz

Que, mesmo desafinado,

Te pedi perdão num fado

Por tanto mal que não fiz.

 

Desde então, se estás carente,

De coração apertado,

Passas sem medo entre gente

E, sentada à minha frente,

Pedes que cante esse fado.